16 de julho de 2016 | sem comentários

Coronel Fabriciano (MG): Lei cria o 'Dia Municipal da Esposa do Pastor'

Em Coronel Fabriciano, município de Minas Gerais, as esposas dos pastores têm um dia dedicado especialmente a elas, com direito a lei e tudo. No ano passado, após muita polêmica, a vereadora Andréia Botelho (PSL) conseguiu, com unanimidade, aprovar o PL 2.559/2015, que estabelece que o dia 3 de março passa a ser oficialmente o “Dia Municipal da Esposa do Pastor”. A ideia não agradou parte da cidade, que reclamou, principalmente na internet, sobre a nova data comemorativa. Apesar da resistência, a prefeita Rosângela Mendes sancionou a lei, alegando que ela “não é inconstitucional”.

Em nota, a prefeitura de Coronel Fabriciano diz que a lei foi sancionada após análise da procuradoria-geral do município, “que não detectou nenhum vício de formalidade”. A prefeita, por meio de assessoria de imprensa, ressaltou que “respeita todas as religiões, mas que o fator fundamental para a sanção da lei foi a legalidade da matéria, bem como o seu reconhecimento à autonomia e independência do Poder Legislativo”.

Para aprovar o projeto, Andréia, que é evangélica, usou o argumento de que é preciso reconhecer a dedicação “daquela que defende e apoia a vida com Deus ao lado de seu esposo”. A data foi escolhida de propósito: a vereadora queria que o “Dia da Esposa do Pastor” fosse comemorado no mesmo mês em que é celebrado o “Dia Internacional da Mulher”. As informações são do portal do jornal “Extra”.

Comente aqui: